sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

30


Andei, durante algum tempo, a convencer-me que fazer 30 anos não ia ser nada de especial. Afinal de contas, é só mais um ano e o facto de ser uma mudança de década não tem nenhum peso especial, certo?
Errado. À chegada ao famigerado dia, a minha cabeça estava mentalizada mas o meu corpo não. Acusou a pressão e espetou-me uma gripalhada como há muito não me recordava. Mas bem, com 30 anos, uma pessoa já tem uma certa maturidade e, com os anos, vai aprendendo a lidar com estas situações.
Iniciei o tratamento com um comprimido de manhã e fiquei em casa a aquecer. Como a coisa não estava a melhorar, decidi aumentar o grau do tratamento. Fui com um amigo a um café e passámos a tarde a beber cervejolas. A ideia era abafar a constipação mas, mesmo com dose reforçada, a sacana continuava a resistir.
À noite, já em esforço, fui ao cinema com a Maria. O prognóstico clínico era já, nesta altura, bastante reservado e exigiu medidas extraordinárias. Sem mais alternativas, foi necessário recorrer, em plena exibição do filme, à ingestão de um poderoso e eficaz... pacote de gomas.
E aí está a prova de que o passar da idade só tem vantagens porque o envelhecimento trás consigo sabedoria. Quando cheguei ao final do pacote, qual constipação qual quê.
Já viram alguém a acabar de levar um murro no estômago a queixar-se por estar ranhoso?
Eu também não.

3 comentários:

  1. Ora então faz favor de aproveitar o fim-de-semana! :D
    Beijocas ***

    ResponderEliminar
  2. Temos muito em comum. A parte da maturidade principalmente.
    Às vezes como dois pacotes de gomas, não vá alguma infecção querer alojar-se...

    Dia #9 pela Ásia, Halong Bay, o outro planeta:

    http://simaoescuta.blogspot.com/2012/01/23012011-halong-bay-diario-na-asia-9.html

    ResponderEliminar
  3. Corina: vou aproveitar de certeza. Sopas e descanso!

    POC: maturidade é o meu nome do meio! abraço

    ResponderEliminar